Buscar
  • luiz2c

Pandemia: saiba tudo sobre a prova de vida digital do INSS.


A prova de vida é o ato pelo qual os segurados precisam comparecer ao INSS anualmente para continuar recebendo os valores de seus benefícios. Todavia, desde o início da pandemia esse procedimento se encontrava suspenso, sendo que apenas recentemente o INSS iniciou o projeto-piloto da chamada “prova de vida digital”.

Assim, o blog de hoje é para explicar melhor sobre como ocorrerá esse procedimento.


Como era feita a prova de vida antes da pandemia?

Antes da pandemia do novo coronavírus, a prova de vida poderia ser realizada presencialmente nas agências do INSS ou na própria agência bancária onde ocorria o recebimento do benefício.

Para os segurados que não pudessem comparecer, havia a possibilidade de que esse procedimento fosse feito por meio de um procurador ou por meio de agendamento, pelo telefone 135, para que um servidor do INSS fosse até o segurado.

Prova de vida na pandemia: até quando permanece suspensa?

Com as agências fechadas devido à pandemia, a situação mudou. Assim, desde março de 2020 a prova de vida se encontra suspensa.

Recentemente, o Ministério da Economia emitiu a Instrução Normativa nº 52, de 06/07/2020, renovando a suspensão do procedimento até 30 de setembro de 2020.

Em razão disso, até lá, a maioria dos segurados continua sem precisar realizar a prova de vida do INSS.

Mas afinal, o que é a prova de vida digital?

Ocorre que, para alguns segurados, o cenário será diferente a partir desse mês.

O INSS informou ter começado no último dia 20, o projeto-piloto da chamada prova de vida digital.

Ela será feita apenas com alguns segurados pré-selecionados pelo Instituto (em torno de 500 mil beneficiários) e ocorrerá por meio de biometria facial, com os aplicativos Meu INSS e Meu gov.br.

Como saberei que fui selecionado?

O INSS entrará em contato com os selecionados, por telefone, SMS e e-mail, para convidar para participar do projeto.

Para ter certeza de que é o INSS entrando em contato, o Instituto informou que o remetente que enviará o SMS será identificado com o número 280-41.

Em alguns casos, ao acessar o site ou aplicativo Meu INSS, o próprio segurado poderá verificar que já se encontra disponível a opção “Prova de vida” no menu inicial.


Assim, clicando no ícone “Prova de Vida”, o segurado iniciará o procedimento, que precisará ser continuado com o download do aplicativo Meu gov.br.

Neste aplicativo, o segurado deverá acessar a opção “Autorizações”  e autorizar a continuidade da prova de vida.

Para tanto, o aplicativo fará perguntas a respeito dos dados da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) do segurado e, na sequência, solicitará acesso à câmera do aparelho.

Esta fase é importante, pois logo em seguida o segurado deverá tirar uma selfie com a câmera para fazer a validação facial e concluir o procedimento.

Para saber mais detalhes do passo-a-passo, acesse o link disponibilizado pelo INSS aqui.

Se eu fizer a prova de vida digital, ainda precisarei comparecer a uma agência?

Segundo o INSS, não. Apesar de ser um projeto-piloto, todas as pessoas que forem convocadas a realizar a prova de vida digital terão o procedimento validado se todas as etapas forem concluídas adequadamente.

E se eu não for selecionado?

Quem não for selecionado, segue a regra geral: a prova de vida permanece suspensa até o dia 30 de setembro de 2020, conforme a IN 52/2020, do Ministério da Economia.

Mas não se preocupe. Mesmo que seja implementada após os resultados do teste-piloto, ainda será possível comparecer às agências do INSS ou às agências bancárias responsáveis pelo pagamento do benefício para realizar a prova de vida pessoalmente.

O procedimento online, se aprovado, apenas terá a finalidade de facilitar para os segurados que desejarem realizar tudo pela internet.


Fonte: Portal O previdenciarista

16 visualizações0 comentário